Categorias
Notícias

Novo prefeito, Nê, anuncia diversas medidas já na posse

O novo prefeito de Aguaí, José Alexandre Pereira de Araújo, o Nê, e seu vice-prefeito Luiz Carlos Landiva tomaram posse na manhã do 1º de janeiro, quando também tomaram posse os novos vereadores, em sessão solene que ocorreu no Cine Dona Esmeralda, que ficou lotado.

Após anos fechado e há um tempo, parte do patrimônio da Prefeitura Municipal, o antigo Clube dos Compadres foi reaberto com uma importante cerimônia e passa a ser um novo espaço para utilização em eventos culturais.

O prefeito Alexandre de Araújo, em seu discurso, de forma emocionada afirmou que trabalhará de forma incessante pelo progresso da cidade, buscando a realização de ações que possam levar bons serviços à população aguaiana e agradeceu ao grande apoio da população aguaiana nas eleições.

O novo prefeito recebeu as chaves da Prefeitura Municipal do então vice-prefeito Dr. Adalberto Fassina e logo após ser empossado realizou a assinatura de dezenas de atos, inaugurando seu governo de forma propositiva.

Entre as ações anunciadas em seu primeiro dia de mandato estão:
– Projeto de Lei em regime de urgência, sobre reestruturação administrativa, com fusão de secretarias municipais, extinguindo diversas pastas, para economia aos cofres públicos;
– Projeto de Lei em regime de urgência , sobre doação de área para CDHU, visando a construção de 122 unidades habitacionais;
– Ofício de interesse ao Programa Cidade Legal, para regularização de núcleos habitacionais;
– Projeto de Lei para doação de materiais inservíveis, ao Fundo Social de Solidariedade;
– Projeto de Lei alterando a composição da Comissão de Desenvolvimento Industrial (CDI), como novos segmentos fazendo parte;
– Decreto sobre criação, composição e funcionamento do Conselho Participativo Comunitário (órgão de aconselhamento à administração pública, ligado ao prefeito municipal);
– Decreto de recadastramento de todos os servidores públicos municipais;
– Decreto de reavaliação e renegociação dos contratos em vigor, no âmbito da administração municipal;
– Decreto de contingenciamento da execução orçamentária;
– Decreto a respeito de proibição de concessão de gratificações e horas extras sem a devida justificativa ou autorização do secretário pertinente, e homologação pelo prefeito municipal;
– Decreto a respeito de criação do Programa Saúde da Família no Jardim Aeroporto;
– Termo de Compromisso com o SEBRAE-SP, para a criação de posto de atendimento, visando cooperação técnica para a realização de compras locais e a capacitação de servidores e fornecedores;
– Termo de Adesão com o SEBRAE-SP, a adoção de Educação Empreendedora na rede municipal de ensino;
– Protocolo de Intenções com o SENAI para a retomada de convênio para cursos de formação profissional;
– Protocolo de Intenções com a Junta Comercial do Estado de São Paulo (JUCESP), para o programa VIA Rápida Empresa e Sistema Integrado de Licenciamento (SIL);
– Protocolo de Intenções com a USP/Leste, para o programa Unicidades e Gestão Eficaz;
– Protocolo de Intenções com a UNIFEOB, visando cooperação técnica e científica com a Prefeitura de Aguaí , na área de Arquitetura e Veterinária;
– Protocolo de Intenções com a Vale Logística Integrada (VLI ) , visando programas e ações de fomento e desenvolvimento, novos empreendimentos e de novas demandas de transportes ferroviários.

 

Categorias
Notícias

Proprietários de veículos com placa final 1 devem quitar ou parcelar o IPVA 2017 até 9/1

Os proprietários de veículos com placa final 1 têm até a próxima segunda-feira, 9/1, para efetuar o pagamento integral do IPVA 2017 com desconto de 3% ou parcelar o tributo em três vezes. Os contribuintes devem ficar atentos às datas de vencimento para aproveitar o abatimento e regularizar o imposto.

O calendário continua na terça-feira, 10/1, para veículos de placa final 2 e segue até 20/1 para os veículos com placa final 0, desconsiderando os finais de semana (veja a tabela).

O imposto pode ser quitado de três maneiras: à vista com desconto de 3% (janeiro); à vista sem desconto (fevereiro) ou em três parcelas, de janeiro a março, de acordo com a data de vencimento da placa. Para efetuar o pagamento, basta se dirigir a uma agência bancária credenciada com o número do RENAVAM (Registro Nacional de Veículo Automotor), e realizar o recolhimento do IPVA 2017.

O proprietário do veículo pode pagar o imposto nos terminais de autoatendimento, no guichê de caixa, pela internet, débito agendado ou outros canais oferecidos pela instituição bancária. O IPVA também pode ser pago em casas lotéricas, no entanto essa opção não é válida para o pagamento do licenciamento.

Aviso de Vencimento
O Aviso de Vencimento do IPVA de 2018 vai migrar para o ambiente digital e deixará de ser enviado pelos Correios. Todas as informações sobre débitos de IPVA, DPVAT e multas poderão ser consultadas na página www.ipva.fazenda.sp.gov.br.

Categorias
Notícias

UFSCar oferece curso de Especialização a distância em envelhecimento e saúde da pessoa idosa

O curso de especialização em Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), sob coordenação do professor José Rubens Rebelatto, lança em 2017 sua versão à distância em conjunto com a Secretaria Geral de Educação a Distância (SEaD) da UFSCar.
O objetivo é oferecer subsídios teóricos e práticos e condições necessárias para atuação no âmbito da revitalização e reabilitação de indivíduos com idade superior a 60 anos. Para tanto, serão abordados os aspectos fisiológicos do envelhecimento, os principais acometimentos de saúde e normas para avaliação e prescrição de intervenções revitalizadoras e reabilitadoras, bem como aspectos sociais de assistência em saúde, assistência integral e multidisciplinar, além de aspectos contemporâneos do envelhecimento.
O curso tem como público-alvo pessoas graduadas em Fisioterapia, Educação Física, Gerontologia, Terapia Ocupacional e Enfermagem. Todos os alunos deverão ter experiência mínima de uso de computador e ter acesso à internet como pré-requisito para participar do curso, bem como disponibilidade de 6 a 10 horas semanais para dedicação à especialização. O aluno deve ter disponibilidade para realização de atividades presenciais no Campus São Carlos da UFSCar e atividades a distância no ambiente virtual Moodle da UFSCar, de acordo com o previsto para o desenvolvimento de curso.
São 11 módulos que representam um tema-base a ser abordado em um conjunto de 31 disciplinas. Destas, três constituem temas transversais, os quais serão abordados ao longo das demais disciplinas do curso. Todas as disciplinas contarão com material didático, pelo menos uma webconferência realizada pelo professor responsável, atividades individuais ou em grupo e canais de comunicação entre professor, tutor e estudantes. Parte das disciplinas contará com atividades presenciais.
As inscrições para o curso serão recebidas até 3 de fevereiro de 2017. As matrículas acontecem de 4 a 20 de fevereiro e o Curso tem início no dia 7 de março, com término previsto para agosto de 2018.
Mais informações como processo seletivo, inscrições, avaliação, custos e disciplinas podem ser encontradas no site www.portaldoidosoativo.ufscar.br.

 

Categorias
Notícias

Em São Paulo, 735,7 mil meninos devem ser vacinados contra HPV

Postos de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS) de São Paulo já podem vacinar meninos contra HPV. Em todo o estado, 700,2 mil meninos na faixa etária de 12 a 13 anos além de 35,5 mil jovens que vivem com HIV/aids estão aptos a receber a vacina. Até o ano passado, esta imunização era feita apenas em meninas. O Brasil é o primeiro país da América do Sul e o sétimo do mundo a oferecer a vacina contra o HPV para meninos em programas nacionais de imunizações. A faixa-etária será ampliada, gradativamente, até 2020, quando serão incluídos os meninos com 9 anos até 13 anos.

A expectativa é imunizar em todo país mais de 3,6 milhões de meninos em 2017, além de 99,5 mil crianças e jovens de 9 a 26 anos vivendo com HIV/aids, que também passarão a receber as doses. Para isso, o Ministério da Saúde adquiriu seis milhões de doses, ao custo de R$ 288,4 milhões. Não haverá custos extras para a pasta, já que no ano passado, com a redução de três para duas doses no esquema vacinal das meninas, o quantitativo previsto foi mantido, possibilitando a vacinação dos meninos. Assim, o Ministério continua com a mesma determinação, que é de fazer mais com os mesmos recursos financeiros.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, destaca a importância da vacinação nos meninos. “A inclusão dos adolescentes faz parte de um conjunto de ações integradas que o Ministério da Saúde tem realizado com o objetivo de conseguir mais resultados com os recursos financeiros já disponíveis. É muito importante a inclusão dessa faixa-etária. Precisamos estimular esta faixa a participar das mobilizações para vacinação”, afirma o ministro Ricardo Barros.

Outra novidade é a inclusão das meninas que chegaram aos 14 anos sem tomar a vacina ou que não completaram as duas doses indicadas. A estimativa é de que 500 mil adolescentes estejam nessa situação. Até o ano passado, a faixa etária para o público feminino era de 9 a 13 anos. Desde a incorporação da vacina no Calendário Nacional, em 2014, já foram imunizadas 5,7 milhões de meninas com a segunda dose, completando o esquema vacinal. Este quantitativo corresponde a 46% do total de brasileiras nesta faixa etária.

“É muito importante que os pais tenham a consciência de que a vacinação começa na infância, mas deve continuada na adolescência. Pais e responsáveis devem ter, com os adolescentes, a mesma preocupação que têm com as crianças. A proteção vai ser muito maior se nós ampliarmos, cada vez mais, o calendário de vacinação da nossa população”, ressaltou a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde, Carla Domingues.

 

HPV PARA MENINOS – O esquema vacinal para os meninos contra HPV é de duas doses, com seis meses de intervalo entre elas. Para os que vivem com HIV, a faixa etária é mais ampla (9 a 26 anos) e o esquema vacinal é de três doses (intervalo de 0, 2 e 6 meses). No caso dos portadores de HIV, é necessário apresentar prescrição médica.

Atualmente, a vacina HPV para meninos é utilizada como estratégia de saúde pública em seis países (Estados Unidos, Austrália, Áustria, Israel, Porto Rico e Panamá). Portanto, o Brasil assegura a sétima posição e a vanguarda na América Latina. A vacina é totalmente segura e aprovada pelo Conselho Consultivo Global sobre Segurança de Vacinas da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A decisão de ampliar a vacinação para o sexo masculino está de acordo com as recomendações das Sociedades Brasileiras de Pediatria, Imunologia, Obstetrícia e Ginecologia, além de DST/AIDS e do mais importante órgão consultivo de imunização dos Estados Unidos (Advisory Committee on Imunization Practices). A estratégia tem como objetivo proteger contra os cânceres de pênis, garganta e ânus, doenças que estão diretamente relacionadas ao HPV. A definição da faixa-etária para a vacinação visa proteger as crianças antes do início da vida sexual e, portanto, antes do contato com o vírus.

A vacina disponibilizada para os meninos é a quadrivalente, que já é oferecida desde 2014 pelo SUS para as meninas. Confere proteção contra quatro subtipos do vírus HPV (6, 11, 16 e 18), com 98% de eficácia para quem segue corretamente o esquema vacinal. Vale ressaltar que os cânceres de garganta e de boca são o 6º tipo de câncer no mundo, com 400 mil casos ao ano e 230 mil mortes. Além disso, mais de 90% dos casos de câncer anal são atribuíveis à infecção pelo HPV.