Categorias
Notícias

Exportações da região de janeiro a setembro crescem 8,3%

A Diretoria Regional do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) em São João da Boa Vista ocupa a 32ª posição em ranking sobre a participação de 39 regiões paulistas nos US$ 47,5 bilhões da pauta exportadora estadual, responsáveis por 26,7% do montante vendido pelo Brasil no mercado global no acumulado de janeiro a setembro de 2013.

A lista foi elaborada pelo Departamento de Estudos e Pesquisas Econômicas (Depecon) em conjunto com o Departamento de Relações Exteriores (Derex) do Ciesp e da Fiesp, a partir de dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

A remessa de produtos ao exterior dos 20 municípios que compõem a Regional do Ciesp São João da Boa Vista no acumulado de janeiro a setembro de 2013 cresceu 8,3%, em relação ao mesmo período de 2012, passando de US$ 288,1 milhões para US$ 311,9 milhões.

As importações cresceram 22,9%, passando de US$ 66,9 milhões para US$ 82,2 milhões, entre o acumulado de janeiro a setembro de 2012 e o mesmo período de 2013. A corrente de comércio regional teve expansão de 11,0%, indo de US$ 354,9 milhões para US$ 394,1 milhões.

O saldo da balança comercial, no acumulado de janeiro a setembro de 2013, foi superavitário em US$ 229,8 milhões, enquanto, no mesmo período de 2012, o saldo foi superavitário em US$ 221,2 milhões, um aumento de 3,9%.

O município de Santa Cruz das Palmeiras, principal exportador da região, respondeu por 45,0% das exportações da região, com destaque para: Açúcar refinado (US$ 128,4 milhões); Pecuária (US$ 7,6 milhões); Biocombustíveis (US$ 4,0 milhões). Os principais destinos das exportações do município foram: China (28,3% do total exportado); Indonésia (7,9%) e Índia (7,3%).

Nas importações, o município de Santa Rosa de Viterbo, principal importador da região, concentrou 32,6% das compras regionais de produtos fora do país, devido principalmente a: Produtos químicos orgânicos (US$ 10,4 milhões); Produtos amiláceos e alimentos para animais (US$ 10,0 milhões); Motores, bombas, compressores e equipamentos de transmissão (US$ 3,8 milhões). As principais origens dos produtos importados pelo município foram: Estados Unidos (32,8% do total importado); Cingapura (19,3%) e China (17,6%).

 

Estado de São Paulo

No acumulado de janeiro a setembro 2013, o saldo da balança comercial do Estado de São Paulo foi deficitário em US$ 19,8 bilhões. Com uma corrente de comércio de US$ 114,7 bilhões no período, as transações comerciais do Estado representaram 32,1% do total negociado pelo Brasil no mercado global.

As exportações do Estado movimentaram US$ 47,5 bilhões, registrando aumento de 1,3% em relação ao acumulado de janeiro a setembro de 2012. Já o volume importado somou US$ 67,2 bilhões, um aumento de 14,4%, nos mesmos termos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.