Categorias
Notícias

Após negociações, SAMU agora será implantado em Aguaí

A prefeitura municipal de Aguaí divulgou nesta sexta-feira que a cidade passará a contar com o atendimento do SAMU, que atende emergências.

O serviço deve estar em funcionamento em cerca de 45 dias. Conforme informou a prefeitura, em uma reunião realizada nesta quinta-feira, dia 1º,  com o responsável do SAMU, foi concluído o processo que teve início no mês de janeiro de 2013.

Segundo foi informado, o acerto prevê que uma unidade do SAMU será instalada em Aguaí, com veículo de resgate, enfermeiro e médico e motorista. Um dos grandes benefícios do SAMU, é que com o atendimento de emergência, ele passou a controlar a central de vagas hospitalares da região.

O SAMU regional, tem base em São João da Boa Vista, funciona desde março de 2012,quando esteve na inauguração o Ministro da Saúde, porém, por decisão da administração do ex-prefeito Gutemberg de Oliveira, Aguaí não aderiu ao SAMU e a cidade ficou sem o atendimento.

À época em que foi instalado o projeto regional se decidiu que os municípios que o integrassem deveriam pagar R$ 1 por habitante ao mês para a manutenção do programa. Desde então, contam com o serviço as cidades de Casa Branca, Espírito Santo do Pinhal, Tambaú, Mococa, São José do Rio Pardo, Santa Cruz das Palmeiras, Santo Antônio do Jardim e Vargem Grande do Sul.

A prefeitura informou que a mobília já será comprada e uma casa já está sendo locada para instalação da unidade. Um Disk SAMU será implantado no local para atendimento de emergências 24 horas.

 O que o Samu atende?

O SAMU atende situações onde houver risco de vida iminente: urgências clínicas agudas (parada cardio – respiratória, dificuldade respiratória severa, convulsões, etc); urgências traumáticas (atropelamentos, acidentes de trânsito, quedas, queimaduras graves, afogamentos, agressões por armas de fogo ou brancas, choques elétricos, etc) e outras.

 

1 resposta em “Após negociações, SAMU agora será implantado em Aguaí”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.