Categorias
Notícias

PPS e PMN devem anunciar fusão nesta semana

Em todo o país, dirigentes de partidos que podem perder deputados para a nova sigla que nascerá da fusão do PPS com o PMN começaram a se mobilizar para evitar defecções em suas bancadas. A união das duas legendas está prevista para ser formalizada quarta-feira.

Com a criação de um novo partido, segundo a legislação, políticos que ocupem cadeiras no Executivo e Legislativo podem trocar de partido, tanto para ingressar na nova sigla quanto para sair dela os membros dos partidos que sofreram a fusão.

Em Aguaí, o PPS tem três vereadores, Ditinho Rocha, Valdir Pozzer e Amauri dos Santos, e o PMN não possui representantes na Câmara.

O objetivo da nova sigla, que deverá se chamar Mobilização Democrática, é aumentar o tempo de televisão e os recursos financeiros que a oposição terá na campanha presidencial do ano que vem.

Os políticos que ocupem cargos eletivos que quiserem migrar para o novo partido, ou deixá-lo, terão 30 dias para fazê-lo após a criação da sigla.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.