Categorias
Notícias

Lentidão segue de Mogi Guacu até Campinas

Um problema que aflige as capitais do país, em especial São Paulo, está causando incômodo a quem usa a rodovia SP—340, na tarde deste domingo de Páscoa, no sentido Campinas. A lentidão no trânsito tem início em Mogi Guacu e segue até Campinas. Com isso, ‘e recomendado aos motoristas evitarem a rodovia neste início de  noite.

Categorias
Notícias

Iamspe abre 71 vagas para técnico em enfermagem

               O Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) realizará concurso público para técnico em enfermagem. São 71 vagas, sendo 63 para o Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), na capital paulista, e oito para os Centros de Assistência Médico-Ambulatorial (Ceamas), em 17 cidades. Nos Ceamas também serão montados cadastros reservas.

As inscrições podem ser realizadas entre 29 de março e 18 de abril, exclusivamente pelo site do Instituto Nosso Rumo: www.nossorumo.org.br.

Para participar, o candidato deve preencher os seguintes requisitos: ensino médio completo, curso técnico em enfermagem e registro no conselho de classe. O salário inicial é de R$ 1.334,74, com carga de 30 horas semanais. 

O pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 38, deverá ser efetuado por meio de boleto bancário, em qualquer agência até a data de vencimento, dia 19 de abril de 2013.

Amparado pela Lei Estadual nº 12.782, de 20.12.2007, o candidato terá direito à redução de 50% do valor do pagamento da taxa de inscrição, desde que cumulativamente atenda aos seguintes requisitos: seja estudante regularmente matriculado em uma das séries do ensino médio, curso pré-vestibular ou curso superior, em nível de graduação ou pós graduação; e perceba remuneração mensal inferior a dois salários mínimos ou esteja desempregado.

“A abertura de novas vagas faz parte de um projeto de investimento para aprimorar o atendimento no Hospital do Servidor”, afirma o superintendente do Iamspe, Latif Abrão Junior.

O Iamspe tem hoje uma das maiores redes de atendimento em saúde para funcionários públicos do país.

Além do Hospital do Servidor Público Estadual, na capital paulista, possui 17 postos de atendimento próprios no interior, os Ceamas (Centros de Assistência Médico-Ambulatorial), e disponibiliza assistência em 100 hospitais e 100 laboratórios de análises clínicas e de imagem credenciados pela instituição, além de 3.000 médicos em 200 cidades paulistas, beneficiando 1,3 milhão de pessoas em todo o Estado.

Categorias
Notícias

Terceirizada da Unilever contrata vigias para futuro canteiro de obras

Uma empresa terceirizada está promovendo, conforme constatou o Correio, a seleção de quatro profissionais para atuarem como vigilantes nas obras da Unilever.

As entrevistas acontecem no prédio da prefeitura municipal, na tarde desta quarta-feira, e de acordo com o apurado, a implantação do pátio de serviço para as obras de terraplenagem podem começar já na segunda-feira.

Vigilantes atuarão no canteiro de obras da futura fábrica 
Categorias
Notícias

Multiway obtém licença para uso de água subterrânea

A Multiway Ind. e Com e Serviços de Infraestrutura para Telecomunicação e elétrica EPP, que está se instalando no distrito industrial 2 de Aguaí obteve esta semana, conforme publicação no Diário Oficial, autorização para o uso de sistema de abastecimento por água subterrânea, através de poço, com a finalidade de uso solução alternativa Tipo I, para viabilizar o empreendimento.

Categorias
Notícias

Gutemberg pode ser expulso do PPS

 Caso o ex-prefeito de Aguaí, Gutemberg de Oliveira, tenha as contas rejeitadas pela Câmara Municipal, que votará o parecer do Tribunal de Contas que foi desfavorável à aprovação, ele pode ser expulso do Partido Popular Socialista (PPS).

O partido tem com slogan a frase Um Partido Decente, e segundo pregam para a sociedade, não admitem no partido pessoas enquadradas na Lei da Ficha Limpa.

Um exemplo disso é o do um ex-vereador de Campinas que após ser enquadrado na lei teve seu pedido de expulsão pedido pelos filiados, com base, segundo o então presidente do PPS campineiro, “no fundamentado no Estatuto e Código de Ética do PPS, combinado com as deliberações de seguir os princípios da Lei da Ficha Limpa”. 

Portanto, se as contas reprovadas pelo TCE obtiverem 7 votos na Câmara Municipal de Aguaí, e o ex-prefeito se torne inelegível, será preciso observar o desenrolar do fato dentro do partido, que se não tomar a atitude que tanto prega e cobra dos outros partidos, pode se tornar alvo dos outros partidos e da grande mídia que acompanha a postura externada pelo partido nacionalmente.

Categorias
Notícias

Caminho até o Jardim Aeroporto requer plantio de árvores

Um longo trajeto liga o bairro Jardim Aeroporto à parte central da cidade, onde inevitavelmente os moradores têm que ir frequentemente, em grande parte diariamente. E para quem segue a pé ou de bicicleta, um problema incomoda muito, o calor.  Problema que precisa e pode ser facilmente solucionado, com a criação de um corredor de árvores que comece na Ponte Branca e vá até o bairro.

Categorias
Notícias

Etec de Aguaí ganha nome de Arnaldo Pereira Cheregatti

Arnaldo Pereira Cheregatti. Esse é o nome da Etec- Escola Técnica Estadual de Aguaí, unidade de ensino do Centro Estadual de Educação Tecnológica “Paula Souza” após publicação no Diário Oficial do Estado da Lei 14.962, de 18 de março de 2013, cujo projeto de lei é de autoria do deputado estadual e líder do PPS na Assembleia, Alex Manente.

Segundo o deputado, o projeto homenageia o aguaiano que contribuiu para o crescimento e o desenvolvimento econômico da cidade. Cheregatti participou da vida social da população de Aguai capacitando jovens na arte de marcenaria.

A Etec de Aguaí foi criada em 2009, dois anos após a morte de Nardo Cheregatti, como era conhecido. Ele se firmou na região como produtor de leite, inclusive, com participação como membro do Conselho Fiscal da Cooperativa de Laticínios de Aguaí e do Sindicato Rural, entidades onde lutava em prol da população.

Categorias
Notícias

Condenado em segunda instância, Lobo fica inelegível pela Lei da Ficha Limpa

O ex-prefeito José Maria Lobo foi condenado por improbidade administrativa pelo Tribunal de Justiça de São Paulo pela compra carteiras escolares sem licitação da Desk Móveis Escolares e com isso está inelegível. O acórdão (decisão) da 7ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo é do dia 1º de fevereiro, e o julgamento teve a participação dos Desembargadores Magalhaes Coelho (Presidente) e Eduardo Gouvêa e Coimbra Schmidt (Relator).

Segundo a Lei da Ficha Limpa, ficam inelegíveis pelo prazo de oito anos os condenados em segunda instância por improbidade administrativa, como é o caso do ex-prefeito de Aguaí. Lobo e a Desk Móveis foram também condenados a ressarcir cada um o valor de R$ 32 mil (metade do valor da compra) à prefeitura, que devem ser atualizados com juros.

Na ação civil pública, de autoria do Ministério Público, na qual José Maria Lobo já havia sido condenado em primeira instância, a promotoria aponta que durante o mandato de Prefeito de Aguaí, entre maio e julho de 2003, o primeiro réu adquiriu móveis escolares da segunda ré, ao preço total de R$ 63.040,40, sem proceder à indispensável licitação sob a justificativa de que seria fornecedora exclusiva dos produtos.

O Tribunal acolheu parcialmente o recurso do ex-prefeito, mas, considerou que “os fatos, na verdade, inserem-se na órbita do art. 11, inciso I, primeira figura, diante do nítido propósito de beneficiar determinadas pessoas, em prol do universo de empresários ou empresas que poderiam proporcionar a mesma prestação. Constata-se, com efeito, afronta aos princípios da moralidade, da impessoalidade e da igualdade, todos tutelados constitucionalmente (arts. 5º, caput, e 37, caput).”

E constatada a irregularidade, o TJ determinou a nulidade do contrato administrativo. Além da multa civil, que corresponde a 50 % do valor do valor atualizado da contratação, acrescido de juros de mora de 1% ao mês desde a citação, para cada um dos réus, e que segundo o tribunal, “serve como medida terapêutico-repressiva. Não apenas para punir o ímprobo, como também medida de prevenção geral, destinada a incutir no âmago dos que tendem a seguir o mau exemplo.”

Aos réus também foi imposta a proibição de contratar com o com o Poder Público ou receber incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de 3 anos.

Categorias
Notícias

Mutuários da CDHU têm linha de crédito para reformas das casas

A Secretaria de Estado da Habitação, por meio da Agência Paulista de Habitação Social, e a Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, através do Banco do Povo Paulista, implantaram nesta terça-feira, 12, linha de crédito para mutuários da CDHU em Campinas e o crédito já está disponível para os mutuários de Aguaí.

O Programa Casa Paulista Microcrédito/Banco do Povo é resultado da parceria entre a Secretaria da Habitação e a Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho. O acordo foi assinado em 7 de março de 2012 para oferta de linhas de microcrédito com juros subsidiados pelo Banco do Povo, no valor individual de até R$ 7.500,00, que podem ser divididos em até 36 parcelas. A taxa de juros é de 0,5% ao mês. O Programa foi desenvolvido para apoiar a população de menor renda na reforma, ampliação ou adequação de moradias.

O financiamento é para famílias com renda mensal entre um e cinco salários mínimos e possibilita aos mutuários da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) a contratação de empréstimo para melhorias nos seus imóveis. A verba pode ser usada para a compra de material de construção, inclusive mão de obra, em até 50% do valor do material.

Podem candidatar-se ao financiamento os mutuários da CDHU em todo o Estado, desde que tenham renda de até cinco salários mínimos e estejam em dia com as obrigações contratuais. É preciso residir no imóvel objeto do financiamento, não possuir restrições cadastrais e apresentar fiador. O Programa atende, inclusive, quem já quitou o imóvel. Nesse caso, é necessário que esteja no nome do requisitante.

Os interessados devem procurar o Banco do Povo. A liberação dos recursos será feita em parcela única. O requerente deve apresentar RG, CPF, comprovante de residência e cópia do pagamento.

Categorias
Notícias

Unilever deve começar terraplenagem em poucos dias

As obras da unidade da Unilever em Aguaí podem começar em poucos dias. Segundo o Correio apurou, os primeiros passos para o início já foram dados. A empresa comprou uma área de 40 alqueires para a instalação da fábrica e em comunicado afirmou que deve começar a produzir em Aguaí em 2015.
Com o começo das obras a economia da cidade já poderá sentir os efeitos do investimento milionário que a Unilever fará, através dos empregos e fornecimento de materiais e serviços ligados ao primeiros trabalhos da construção.