Categorias
Notícias

Após abandono de trabalhos, Aguaí novamente na iminência de uma epidemia

Um prefeito, uma epidemia de dengue e outra iminente. Assim pode ser resumida a relação entre o ex-prefeito Gutemberg de Oliveira e a dengue.
À frente do Executivo, o médico viu durante seu mandato, no ano de 2010, a cidade sofrer uma epidemia de dengue, com muitas centenas de casos confirmados.
O problema se deu após o ex-prefeito não realizar o trabalho de combate ao mosquito transmissor, o Aedes aegypti, nos últimos meses do ano de 2009, que antecedem o verão e o período das chuvas, e conforme recomenda a Vigilância Sanitária Estadual devem concentrar os maiores esforços do poder público.
Neste ano, após o trabalho de combate ao mosquito ter sido paralisado em julho do ano passado, a cidade se vê novamente na iminência de uma epidemia de dengue.
Já são doze casos de dengue confirmados na cidade, (as estatísticas dizem que a cada um confirmado existam mais 10 não confirmados) e o número ainda pode aumentar, uma vez que três (dos quatro) vírus da doença estão circulando na cidade, autóctones e importados de outras regiões, e podem ser transmitidos pelo Aedes.  
Segundo a Coordenadora da Vigilância Sanitária de Aguaí, Márcia Cabrelon, em caso de suspeita da doença é necessário procurar a Vigilância Sanitária, que fica na rua atrás do Pronto Socorro.
Márcia contou que estão sendo feitos arrastões e que em áreas onde já existem casos, é feita a nebulização com veneno.

Prevenção 
As orientações que são dadas para o controle são: evitar plantas aquáticas, manter calhas limpas, colocar embalagens descartáveis em lixeiras e ou sacos plásticos, manter baldes e bacias com a boca virada para baixo, guardar pneus em locais cobertos, lavar bebedouros de animais com bucha uma vez por semana, manter ralos limpos jogando água sanitária, fazer limpeza das caixas d água e não deixar água acumulada em vasos e pratos de plantas.

Sintomas
Há suspeita de dengue em casos de doença febril aguda com duração de até 7 dias e que se apresente acompanhada de pelo menos dois dos seguintes sintomas: dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores musculares, dores nas juntas, prostração e vermelhidão no corpo.

Categorias
Notícias

Criada a EMOHAG, empresa municipal para obras, engenharia e habitação

Na segunda-feira, foi criada através de lei aprovada pelos vereadores, a EMOHAG – Empresa Municipal de Obras, Engenharia e Habitação de Interesse Social de Aguaí, que será uma espécie de CDHU municipal.

Conforme a lei, as receitas da EMOHAG serão constituídas por dotação anual da Prefeitura Municipal e também poderá ser através de contribuições, subvenções e auxílios da União, do Estado e do Município, ou respectivas autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista; contribuições de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado, nacionais ou estrangeiras; rendas provenientes da prestação de serviços, atos de comércio e da aplicação de seus bens; participações em receitas, lucros, tarifas, fundos e outras fontes de recursos que lhe forem destinados pela União, Estado ou Município; produto das operações de crédito e da aplicação financeira de seus recursos; verbas resultantes de convênios, acordos ou contratos, firmadas com entidades públicas ou privadas e outras que lhe forem destinadas.

Segundo a assessoria do Prefeito Tião Biazzo, para alicerçar esse projeto do prefeito de construir 1.000 casas populares em 4 anos de governo, era necessário a criação de uma empresa pública como a EMOHAG para gerenciar e administrar os recursos desse grande investimento em habitação.

 A EMOHAG terá por finalidade a implementação e a execução das políticas, serviços e ações do Programa Municipal de Habitação de Interesse Social de Aguaí, a construção de imóveis por conta própria ou de terceiros, loteamentos, incorporações; a prestação de serviços profissionais de engenharia civil e de assessoria imobiliária, incluindo a locação, cessão, comodato de equipamentos próprios utilizados na construção civil; a compra e venda de imóveis; a administração de carteira de recebíveis de financiamentos imobiliários ou de empreendimentos imobiliários próprios ou de terceiros; a prestação de serviços de consultoria na área de arquitetura, meio ambiente e engenharia civil, elétrica e mecânica, incluindo a elaboração de planos diretores, estudos de viabilidade, anteprojetos, projetos básicos, e projetos executivos; execução por administração, empreitada ou subempreitada, de obras de construção civil; a prestação de serviços de manutenção predial corretiva e preventiva, de qualquer natureza; o controle de qualidade de projetos; a fiscalização e supervisão de obras; o gerenciamento de obras e empreendimentos; a realização de ensaios, testes e análise de materiais e produtos, inclusive inspeção e controle de qualidade; a execução de serviços de topografia, sondagens e congêneres; a execução de obras e serviços de escoramento, contenção e estabilização de encostas; A execução de obras e serviços de recuperação ou reforço estrutural de edificações, pontes e congêneres; A prestação de serviços de assessoria, gerenciamento, fiscalização, consultoria, planejamento e capacitação nas áreas social e ambiental; e a operação e manutenção de empreendimentos privados e públicos em geral, consultoria empresarial, podendo participar de outras sociedades no interesse de seus objetivos.

      

Categorias
Notícias

Agência do Detran é confirmada e Poupa Tempo pode vir em breve

O prefeito Sebastião Biazzo recebeu em seu gabinete nessa semana o engenheiro e assessor do Detran de São Paulo, Venerando Ribeiro do Vale Júnior, para tratar de assuntos referentes à instalação de uma unidade do Detran em Aguaí.    

O engenheiro, que cresceu em Aguaí, e ainda possui família da cidade, garantiu empenho para a vinda do Poupa Tempo e afirmou que irá providenciar que a instalação do Detran seja rápida.

Conforme as informações, durante a reunião, que contou com participação do secretário de gabinete, Doutor Marcos Rodrigues da Silva, e do Diretor de Desenvolvimento Industrial, José Eduardo de Paula Alonso, o assessor do Detran, foi cobrado pelo prefeito Tião Biazzo sobre investimentos do governo do Estado em nosso município e afirmou com a descentralização do Poupa Tempo para pequenas cidades já autorizada pelo governador, irá trabalhar para que Aguaí seja contemplada com o serviço.

Conforme acertado, a Prefeitura cederá um prédio de 300 m2 e o governo do Estado se compromete a montar todo o mobiliário e informatização da agência, além de enviar para a cidade um diretor do Detran e funcionários. Foram visitados alguns locais e as plantas arquitetônicas já foram enviadas para análise.

Com o Departamento será agilizado o atendimento à população, que poderá regularizar documentos, fazer licenciamentos, recorrer de multas, renovar CNH diretamente no Detran, sem ter que ir à Delegacia, uma vez que o Detran já está desvinculado da secretaria de Segurança Pública.

Segundo o assessor do Detran, após a definição do local de instalação, em no máximo em 60 dias a agência já estará funcionando.

Categorias
Notícias

Reunião em São Paulo busca ampliar a Justiça aguaiana

Da dir. para a esq.: Bill Biazzo, Marcelo Felix, Desembargador Dr. Clóvis Castelo, Deputado Estadual Dr. Fernando Capez, Dr. José Carlos Milanez Jr. e Serginho Martucci.

Na quarta-feira,  os membros da diretoria da Ordem dos Advogados de Aguaí, José Carlos Milanez Júnior e Marcelo Félix, se reuniram em São Paulo na Assembleia Legislativa do Estado com o Deputado Estadual Fernando Capez, que é promotor de carreira, e relator do Projeto de Lei que organiza o Poder Judiciário Estadual.

A reunião teve como pauta o pedido de criação da 2ª Vara na Comarca de Aguaí.

O encontro contou ainda com a presença do aguaiano Clóvis Castelo, que é Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Estiveram também em São Paulo os vereadores Bill Biazzo e Serginho Martucci.

Na reunião foi entregue um dossiê ao deputado onde se demonstra a urgente necessidade da criação e instalação da 2ª Vara em Aguaí, e também foram protocolados os pedidos, tudo para proporcionar aos nossos cidadãos uma justiça mais célere e eficaz.

Segundo o presidente a OAB de Aguaí, José Carlos Milanez Júnior, uma nova reunião será realizada na Assembléia Legislativa no dia 11 de março para avançar nas solicitações, a fim de conseguir mais essa conquista.

Categorias
Notícias

Categorias
Notícias

Comunicado Justiça Eleitoral de Aguaí

INFORMAMOS QUE OS ELEITORES QUE DEIXARAM DE VOTAR NAS ÚLTIMAS ELEIÇÕES DEVEM COMPARECER AO CARTÓRIO ELEITORAL DE AGUAÍ A FIM DE REGULARIZAR SUA SITUAÇÃO, SOB PENA DE CANCELAMENTO AUTOMÁTICO DO TÍTULO ELEITORAL.
O CARTÓRIO ELEITORAL LOCALIZA-SE NA RUA CARLOS GOMES, 606, CENTRO,
AGUAÍ/SP, AO LADO DA GUARDA MUNICIPAL E O ATENDIMENTO É REALIZADO DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA DAS 12H00 ÀS 18H00.

Categorias
Notícias

Receita libera programa gerador do Imposto de Renda 2013

A Receita Federal libera hoje (25) às 8h o programa gerador da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2013. Para fazer o download, o contribuinte deve acessar o site da Receita Federal na internet, no endereço www.receita.fazenda.gov.br. Os contribuintes que entregarem a declaração no início do prazo, sem erros, e tiverem direito a restituição terão a chance de receber o dinheiro nos primeiros lotes.

O mesmo ocorre com as pessoas com idade superior a 60 anos, que terão prioridade em receber a restituição, em observância ao Estatuto do Idoso. O prazo para a entrega vai de 1º de março a 30 de abril. A declaração poderá ser feita pela internet ou em disquete a ser entregue nas agências da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil.

Estão obrigados a declarar os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis cuja soma foi superior a R$ 24.556,65 em 2012. O valor foi corrigido em 4,5% em relação ao ano anterior. A obrigação de declarar alcança também aqueles que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil.

A apresentação da declaração é obrigatória ainda para quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência do imposto, realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas ou obteve receita bruta com atividade rural superior a R$ 122.783,25. Quem tinha, até 31 de dezembro de 2012, posse de bens ou propriedade, inclusive terra nua, com valor superior a R$ 300 mil, também está obrigado a declarar.

O valor limite para a dedução com instrução será R$ 3.091,35. Por dependente, o contribuinte poderá abater R$ 1.974,72. No caso das deduções permitidas com a contribuição previdenciária dos empregados domésticos, o valor do abatimento pode chegar a R$ 985,96. Não há limite para os gastos com despesas médicas.

A expectativa da Receita Federal é receber 26 milhões de declarações. Em 2012, um total de 25.244.122 contribuintes enviou a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física.

A Receita publicou um passo a passo na internet que mostra os procedimentos para a entrega da declaração. (Agência Brasil)

Categorias
Notícias

Implantação do sistema de pedágio ponto a ponto na SP-340 começa na segunda

A Renovias dá início na segunda-feira às alterações para implantar o novo sistema de cobrança eletrônica de pedágio Ponto a Ponto.

Com isso, os motoristas que trafegam pela SP-340 devem ficar atentos às mudanças no trânsito que acontecerão a partir de segunda-feira (25/2). Durante dois meses, o tráfego de veículos nos dois sentidos da rodovia será afunilado no canteiro central, na altura do km 147, em Santo Antônio de Posse.

A alteração é necessária para implantação dos pórticos de cobrança. Essa é a terceira rodovia do Estado a contar com esse sistema.  As obras deverão ser concluídas em julho.

A concessionária orienta os usuários a reduzir a velocidade e respeitar a sinalização implantada ao longo da rodovia,  ainda reforça a importância dos motoristas redobrarem a atenção no segmento em obra para evitar acidentes.

Categorias
Notícias

Unilever anuncia fábrica em Aguaí e deve gerar explosão econômica na cidade

Agalmo Moro Filho –

O dia 20 de fevereiro de 2013 é um dia histórico para Aguaí, com a confirmação da instalação de uma unidade da multinacional Unilever na cidade. A fábrica deve entrar em operação em 2015.  (Confira abaixo o comunicado oficial)
Na tarde desta quarta-feira o prefeito Sebastião Biazzo, acompanhado do advogado José Ricardo Biazzo Simon, e do diretor de Desenvolvimento Econômico, José Eduardo de Paula Alonso, selaram a vinda da fábrica com a garantia de todo o apoio logístico e estrutural. A reunião aconteceu no escritório da empresa na Avenida Juscelino Kubitschek, 1309, na marginal Pinheiros, em São Paulo, Capital.

Participaram da reunião, além dos aguaianos, a gerente de Assuntos Governamentais da Unilever, Juliana B. Marra e o Vice-Presidente Jurídico da Unilever, Newman Debs e pessoas do setor de engenharia e de comunicação da empresa.

O advogado José Ricardo Biazzo Simon foi quem realizou toda a negociação entre a prefeitura e os particulares que estão vendendo a área, no sentido de garantir todo o apoio do atual prefeito à viabilização do empreendimento.

No começo do ano, José Ricardo foi contatado pelos donos do terreno e pelo corretor da venda da área, Manoel Simões, e desde o primeiro momento garantiu, juntamente com o prefeito Tião Biazzo, que tudo que fosse necessário para vinda da empresa seria feito. 

A unidade aguaiana da Unilever ficará em um terreno de cerca de 40 alqueires ao lado do Distrito Industrial 1, que começa na SP-225 (Aguaí-Pirassununga) e vai até o rio Itupeva, na fazenda que pertencia a Dionísio Castelo, e hoje é propriedade de seus filhos.

O Correio de Aguaí apurou que a prefeitura pretende acertar uma parceria com a empresa para proporcionar treinamento e cursos técnicos para que os aguaianos possam ocupar as vagas de emprego que serão geradas na cidade.

A Unilever Brasil teve faturamento de R$ 13,6 bi em 2012, o que a mantém como a segunda operação da companhia no mundo. No Brasil, é líder em 10 das 13 categorias em que atua. Essa será a décima fábrica da Unilever no Brasil.

O peso da notícia mostra que este deve ser mesmo um grande mandato de Tião à frente da prefeitura, que ocupa o cargo pela sexta vez.

Impacto

O impacto de uma fábrica deste porte na economia da cidade será gigantesco. Ela vai gerar não só empregos diretos, como também indiretos e a instalação na cidade de novas empresas, que sejam fornecedoras da multinacional. Além disso, a arrecadação de impostos aumento muito, principalmente com o ICMS recolhido na cidade, do qual 25 % volta como repasse para a prefeitura.


COMUNICADO À IMPRENSA


 
Seguindo sua política de transparência e respeito aos públicos envolvidos, a Unilever informa que acaba de aprovar a compra de um terreno para a instalação de uma nova fábrica no Brasil, a ser construída no município de Aguaí, no estado de São Paulo.

A planta deve iniciar operações em 2015 e é uma das 30 novas fábricas que a companhia planeja construir em todo o mundo até lá. Esta unidade fabril irá suportar o crescimento previsto pela companhia no país, visando o aumento de capacidade, aprimoramento de serviços aos nossos clientes e contínua melhoria na qualidade dos produtos. Ao mesmo tempo, a Unilever reforça seu compromisso de dobrar o tamanho dos negócios, reduzindo o impacto ambiental até 2020.

A Unilever Brasil teve faturamento de R$ 13,6 bi em 2012, o que a mantém como a segunda operação da companhia no mundo. No Brasil, é líder em 10 das 13 categorias em que atua. Essa será a décima fábrica da Unilever no Brasil.


A Unilever reforça que está constantemente trabalhando para garantir o
crescimento sustentável da companhia no Brasil, mantendo o nível de excelência no atendimento a clientes e consumidores pela qual é reconhecida.



Gerência de Comunicação Unilever Brasil

Fábrica da Unilever em Indaiatuba


Categorias
Notícias

Sobre a Unilever

Uma das maiores empresas de bens de consumo do mundo, fabricante de produtos de higiene pessoal e limpeza, alimentos e sorvetes, com operações em mais de 100 países, a Unilever completa, em 2009, 80 anos de atuação no Brasil.
Presente em 100% dos lares brasileiros ao longo de um ano, seus produtos atingem, mensalmente, 86% dos domicílios, ou seja, cerca de 37 milhões. São oito décadas de sucesso, conquistas, convívio e relacionamento com o consumidor, antecipando desejos, atendendo necessidade e construindo marcas consagradas como Omo, Comfort, Seda, Lux, Kibon, Hellmann’s, Arisco, Knorr, Becel, Maizena, AdeS, Dove, Axe, Close Up e Rexona, entre outras.
Atualmente, a Unilever Brasil conta com 12 fábricas nos estados de São Paulo, Goiás, Minas Gerais e Pernambuco e cerca de 12 mil funcionários.

Uma empresa socialmente responsável
A Unilever acredita que a responsabilidade socioambiental deva permear a própria essência dos negócios e realizar as atividades empresariais de forma sustentável em todo o mundo é premissa que a Unilever considera essencial. A companhia atua em várias frentes, desde iniciativas ligadas à manufatura, como a redução das emissões de carbono e a economia de água ao longo da cadeia produtiva, o incentivo à utilização de energia renovável até a reciclagem da totalidade dos resíduos gerados nas fábricas.
Mesmo com o incremento da produção em 27% nos últimos quatro anos, a Unilever Brasil conseguiu melhorar importantes indicadores ambientais: reduziu as emissões de carbono em 56%, por tonelada produzida, e o consumo de água em 32%, o equivalente a mais de 400 piscinas olímpicas/ano.
Outros resultados das operações nacionais da Unilever:
– Mais de 60% da energia utilizada nas fábricas provém de fontes renováveis.
– A companhia trata 100% dos efluentes gerados nas fábricas.
– Quase a totalidade (98%) dos resíduos é encaminhada à reciclagem.

Números e Conquistas:
– Em 2007, a Unilever Brasil foi eleita pela segunda vez consecutiva como uma das Empresas dos Sonhos dos Jovens. As consultorias Companhia de Talentos e LAB SSJ entrevistaram mais de 16 mil estudantes universitários.
– Em 2008, as marcas Omo, Seda, Rexona, Lux, Kibon e Hellmann’s foram as vencedoras, em suas respectivas categorias, do Top Of Mind da Folha de S. Paulo. A Unilever venceu o Top Popular com Hellmann’s, o Top Feminino com Seda e o Top Grand Prix com Omo.
– A Unilever é a empresa mais admirada no Brasil na categoria Higiene e Limpeza Doméstica no prêmio Carta Capital de 2006. Ficou com o segundo lugar em Higiene, Perfumaria e Cosmético, e Alimentos.
– A Unilever foi vencedora no item Relacionamento com o Governo e a Sociedade no Guia Exame 2006 de Boa Cidadania Corporativa, com o Projeto Mais Vida.
– A Unilever foi premiada em 2005, pelo segundo ano consecutivo, como uma das 10 empresas-modelo. A empresa foi destaque no Guia Exame de Boa Cidadania por ter aplicado conceitos de sustentabilidade ao lançar produtos específicos para a população de baixa renda, ter reciclado quase 100% dos resíduos gerados nas suas fábricas e ter mais que duplicado o orçamento para a área ambiental entre 2002 e 2004. Entre as três maiores notas recebidas, a Unilever destaca o quesito “Meio Ambiente” (10), “Valores e transparência” (9,5) e “consumidores/clientes” (9,5).

História
A Unilever é um grupo anglo-holandês, resultado da fusão, em 1929, de duas empresas que tinham nos óleos e gorduras vegetais as suas matérias-primas mais importantes: a inglesa Lever Brothers e a holandesa Margarine Unie.
Com a razão social S.A Irmãos Lever, a empresa iniciou suas atividades no Brasil naquele mesmo ano, comercializando o sabão Sunlight, importado da Inglaterra. Apenas um ano após sua fundação, a Irmãos Lever inaugurou sua primeira fábrica no Brasil, em Vila Anastácio (SP), e não parou mais de crescer. Diversificou sua produção, lançou produtos inovadores e passou a liderar mercados com marcas como Lux, Omo e Lever.
Em 1960, ao adquirir a Cia. Gessy Industrial, passou a adotar o nome Gessy Lever, que se transformou em referência de qualidade e pioneirismo para os brasileiros. Dez anos depois, decidiu entrar no mercado de alimentos, com o lançamento da Doriana – a primeira margarina cremosa do País. Neste segmento, obteve o mesmo sucesso que já tinha com os produtos de limpeza e, em 2000, já com marcas consolidadas como a Cica, adquiriu a Bestfoods – uma das maiores empresas de alimentos do mundo, que havia acabado de incorporar as operações da Arisco.
Nessa época, a Gessy Lever já havia adquirido também a Kibon, transação que aconteceu em 1997, ampliando sua área de atuação também para o segmento de sorvetes. Assim, a Gessy Lever passou a ser líder de mercado com marcas de produtos de limpeza, alimentos e sorvetes. Para fortalecer ainda mais sua presença no Brasil, em 2001, a então Gessy Lever decidiu adotar a identidade corporativa internacional, trocando seu nome e razão social para Unilever.